domingo, 4 de setembro de 2016

Poesia de Terror

Um Vulto no Meio da Noite


Com a sensação de não estar só
Por um pesadelo, apavorado,
Acordo a noite, estranhamente, 
Com medo que haja algo ao meu lado

Eu vejo um vulto? Imaginação?
Não há por que ficar tão abalado 
Eu sei que está só na minha mente
Mas sinto o coração paralisado

Não tenho nem respiração... Com medo
No interruptor coloco o dedo
Para desfazer a escuridão 

Eu sei que vim e voltarei ao pó
Algo que eu não queria ter lembrado
Pois estou deitado... Em meu caixão


Mágica

Eu fazendo mágica com Deeza Coelho (www.deezacoelho.com.br)...

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Com Legenda Apropriada?


Às vezes uma legenda apropriada é melhor ser evitada... 


(Com fotos de Deeza Coelho - www.deezacoelho.com.br)

(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português

sábado, 23 de julho de 2016

Exame de Próstata

O exame da próstata é necessário, isso eu concordo e consigo entender...
O que eu não entendo é a frieza do médico...
Custava dar um beijinho na boca?


(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Se Eu Saio

Se Eu Saio
Se eu saio
Me distraio...
Todo dia
Me atrapalho!
Ir às compras 
É uma luta
Me complica
Me irrita...
Padaria
Ou mercado?
Não vou ir
Comprar nada!
Pois a lista
Almejada
Minha mente 
Modifica,
Quando volto, 
Tudo errado,
Nada disso
Tu querias!

Não vou sair!
Quis um pente?
Vem revista...
E o remédio
Para as dores?
Chocolate,
É o que trago...
Trazer frutas?
Trago alho...
Quero pão,
Trago amoras
Parafusos?
Trago flores. 
Comprar leite?
Trago azeite
Macarrão?
Eu me esqueço:
Volto com
Uma caixa
De bombom...

Quis jornal,
Trago fita.
Queres faixa?
Que agonia!
Trago um cabo.
Baterias?
Adivinha!
Endoideço...
Trago linha
E cuíca...
Comprar peixes
Não me deixes:
Quis salmão?
Vem sabão...
Eram trutas?
vem caniço...
É normal
Fazer compras?
Para mim,
Um problema!

E as contas?
É um tédio
É confuso
Leva horas...
Pagar contas
E o imposto
Ou tributos?
Ando às tontas
E acabo
No cinema...
E no fim, 
Quando volto,
Me revolto,
Recomposto:
Do dinheiro
Em minutos
Sobra zero
Gasto inteiro
Em produtos 
Que não quero.

(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português

domingo, 17 de julho de 2016

Ave-lã


Eu estava pensando... Uma ovelha que voa, pode ser considerada uma ave-lã?

???


(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Reflexos Gigantes Sobre Algumas Ofensas Pessoais

Reflexos Gigantes Sobre Algumas Ofensas Pessoais

"Feio!" E suas principais variantes
É o que mais ouvi em minha vida:
"Horroroso!", vindo de mulheres
(Coincidentemente nada belas),
Porque talvez, para elas 
O feioso nada vale
E para elas, talvez, seja
A ausência de beleza
O pior de todos males

Para mim, a depreciação "horroroso!"
Nada significa como xingamento
Não faz diferença, agora, no momento
Nem nunca fez diferença de onde venho
Nunca fui bonito e gritarem-me: "feio!"
Faz tanto sentido quanto a mim chamarem:
De "Criativo!", de"Generoso!",
De "Gênio!", de "Bondoso!",
De "Bom de cama!", de "Original!", 
De "Ticudo!", de "Legal!", 
ou quaisquer qualidades 
que eu tenho certeza que eu tenho.

Também acho engraçado 
quando o traído namorado,
Marido, amante ou ficante
Vem a mim e enche a boca
E me chama de "cornudo!" e "trouxa!"
Não consigo mesmo entender essa!
Talvez eu esteja sendo
Meio burro ou demente, 
Mas não consigo ver, realmente,
Como tua condição me serviria de adorno
Se não sou eu quem está sendo corno?
Tenho pena delas, que os escolheram antes
Melhor teriam ter escolhido diferente
Homem que até na hora de ofender
Mostra-se nenhum pouco inteligente.

"Velho!" É o que escuto ultimamente
Eu sei se quem me chama não é vidente
Mas, pense bem, que sentido faz
Tentar me xingar com algo
Que você será futuramente?

Não te desejo mal, mas já que pra ti
Ser "velho" é algo tão terrível assim
Eu te desejo, jovem, uma morte recente...
E sobre teu caixão direi, contente,
Essas sentenças que já sei decor:
"Que bom, evitaste a tragédia
De viver mais tempo nesta comédia
Em que ser velho é muito pior 
do que estar no lugar de quem morreu
Podes deixar que, da viúva, cuido eu..."

(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português

terça-feira, 12 de julho de 2016

Os sorvetes

Tem evoluído muito a qualidade dos sorvetes e das sorveterias, eu fico realmente impressionado e de água na boca! 
Ontem mesmo resolvi experimentar numa "gelateria" um sorvete sabor "Kinder Ovo" e estava perfeito! 
Tinha o gosto do chocolate do "Kinder Ovo" magistralmente mesclado ao sabor de um dinossauro de plástico!
Surpresa!

(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Oração Poderosa para Rezar Antes de Dormir

Oração Poderosa para Rezar Antes de Dormir
Menino Jesus de 
Praga, rogai por nós
Menino Jesus de 
Praga, rogai por nós
Menino Jesus de 
Praga, rogai por nós
Porque somos pecadores
Mas somos católicos 
E se nos arrependermos 
Vamos para o céu 
E os fiéis das outras religiões 
Mesmo que forem bonzinhos
Vão todos para o inferno
Principalmente judeus,
Muçulmanos, espíritas,
Umbandistas, batuqueiros,
Ateus e evangélicos,
Mesmo que o papa seja argentino,
Amém!


(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português

domingo, 10 de julho de 2016

Eu odeio Cálculo


Desde quando fazia Engenharia, no final dos anos 70, eu odiava aquelas “decorebas” de métodos para "resolver" o "Cálculo Diferencial" e "Cálculo Integral". O cálculo diferencial é simples, é só um monte de métodozinhos irritantemente chatos para achar a derivada. O que é isso na prática? pegue uma curva, encoste uma régua (ou qualquer coisa reta) nessa curva e meça um ângulo da reta com o chão. Isso é uma “derivada”. O Cálculo Integral era mais bobo ainda, mas, infelizmente, com muitas “formulazinhas” a serem decoradas. Basicamente, imagine que você tem um móvel - um sofá por exemplo - e quer saber o volume do sofá. Se você colocar o sofá no triturador, facilmente poderá saber quantos litros de sofá você tem (tinha). Muito útil, claro. Na verdade, a integral que estudávamos na UFRGS trabalhava no plano bidimensional, mas acho que deu pra entender a ideia. A palavra "cálculo" vem de "calculus", que em latim significava "pedrinha", porque, provavelmente, é algo que incomoda demais os estudantes. E vive no sapato de cada um deles. Tanto me incomodaram os cálculos que saí para me graduar na PUC em Computação - palavra que "deriva" de "computare", que quer dizer "contar" em latim. Etimologicamente, uma escolha bem melhor para a minha vida, sem dúvida.

Nos últimos anos eu tenho tido alguns incidentes morais envolvendo bebida alcoólica e salgadinhos gordurosos (ou carne gorda, dependendo da minha moral degenerada) e vômitos verde-amarelos carregados de bílis e há um ano cheguei a ir para a emergência com dores abdominais (quase insuportáveis). O vizinho de baixo, experiente, cantou a pedra: "é pedra". Ou a tentativa ridícula de meu organismo em expeli-la. Mas no hospital medicaram-me e enxotaram-me com o singelo e humilhante diagnóstico de "gases". Proibiram-me a água (com gás, mas nunca bebi isso, de qualquer forma, com ou sem) e os espumantes, e tive de cortar minha rotina de jantares regados a Moët & Chandon e Veuve Clicquot, o que, se não interferiu em nada em aliviar os sintomas, aliviou, ao menos, minha vida financeira.

Esta semana, voltando da vida saudável em Paris e Amsterdam que  eu levei por breves dias ao lado de uma de minhas namoradas, me aventurei, aqui, numa picanha, com outras namoradas, e passei 10 dias sem poder dormir até que minha secretária (e amante) marcasse uma consulta no médico para explicar as dores. Doutor Fernando marcou uma dúzia de exames e me receitou "Buscopan". Ali fiquei numa dúvida atroz: qual desses diagnósticos era pior? O anterior que afirmava que minhas dores horríveis não passavam de gases ou este, que sugere que estou na TPM?

De qualquer forma, ainda não realizei todos os meus exames e um deles já revelou  malditos cálculos biliares, popularmente conhecido como "pedras na vesícula". Passaram-se dezenas de anos, envelheci, fiquei mais experiente e sábio, mas e eu ainda termino sofrendo com os terríveis problemas de cálculo...


(meus textos para teatro e stand-up estão em: www.euquefiz.com - victor@euquefiz.com)


deje su mensaje en español - leave your message in English - laisser votre message en français - deixe sua mensagem em português