segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Rolando Piadas com Palavras - técnicas de R$ 1,99



Como criar piadas de R$ 1,99? Usando humor no duplo significado das palavras... Comprei um dicionário de bolso (numa "loja de 1,99") e vou mostrar as técnicas mais "fraquinhas" de criar humor. Um jeito barato, fácil, mas de resultados nem sempre satisfatórios (mas adolescentes adoram esse tipo de humor, então é bom conhecer):

Técnica 1 – palavras com mais de um significado
a) abra um dicionário (e/ou uma gramática e/ou um livro qualquer);
b) procure uma palavra com mais de um significado, no dicionário, são aquelas que têm vários "números" enumerando diferentes significados de uma mesma palavra;
c) construa uma frase para cada um dos significados e as coloque em seqüência;
d) (a parte chata) reescreva as frases até que se encaixem;

Observação: nestes exemplos, "Rolando" é um personagem um tanto “estúpido” e capaz de encontrar significados que pessoas comuns não conseguiriam, facilitando o nosso trabalho, mas certas interpretações aqui seriam forçadas se Rolando fosse um personagem de capacidade normal. Segundo umas das teorias sobre humor, é a sensação de superioridade que nos faz rir de personagens assim, mas eu não acredito muito nisto. Entretanto, como sou preguiçoso, é mais fácil ter um personagem “limitado” para facilitar meu trabalho. Funcionam deste jeito algumas “piadas de loiras” e algumas outras piadas étnicas (politicamente incorretas e algumas ilegais neste país!)...

Exemplo - “Parábola”
Significados: (1) "figura geométrica" e (2) "uma narrativa curta"
frases possíveis: desenhei uma parábola. Uma parábola é uma figura matemática. Falar por parábolas.

Texto:
Personagem 1 - Jesus falava por parábolas!
Rolando (Respostas possíveis)
- Ele falava por desenhos geométricos?
- Nossa! Ele era matemático?
- Mas afinal, ele falava ou desenhava?

Um personagem com conhecimentos "normais" jamais poderia supor outro significado para "falava por parábolas"...
Exemplo - “Coral”
Significados: (1) cor avermelhada e (2) coro de pessoas que cantam

Texto:
Situação – falando sobre música
Personagem 1 – Eu adoro coral!
Rolando – Eu também! Mas fico melhor de amarelo!

Exemplo - “Terço”
Significados: (1) a terça parte do rosário (um cordão feito de pequenas contas que os devotos católicos utilizam para contabilizar suas orações) e (2) a terça parte de algo (1/3)

Texto:
Personagem 1 – Para obter [tal graça] eu sempre rezo o terço!
Rolando – Por isso que Deus não ajuda! Porque não reza o restante?
(provavelmente Rolando diria: “Por que não rezam a outra metade?”)

Alguns verbos têm significados diferentes dependendo do complemento. Veja exemplos a seguir.

Exemplo -“Operar”
Significados: (1) "fazer uma operação (cirúrgica)" e (2)"trabalhar"
Mas com certos complementos operar tem o sentido de "manipular" ("Operar uma Câmera", por exemplo)

Texto:
Personagem 1 - (furioso) Quem irá operar a câmera?
Rolando - Meu Deus! Ninguém me disse que a câmera estava doente!
Esta piada pode ser repetida por um texto inteiro, "operar a câmera" pode se transformar em "operar a grua", "operar a ilha (de edição)", "operar os controles", etc. Sempre com a mesma resposta de Rolando.

Exemplo - “Tomar”
Significados: (1) pegar e (2) beber
Tomar com o complemento "notas" quer dizer "fazer anotações"

Texto 1:
Personagem 1 - Vamos tomar notas?
Rolando - Boa idéia! Então o personagem coloca algumas notas (de dinheiro, por exemplo) em um copo com água e bebe.

Rolando, se tivesse um comportamento de pessoas "reais" mesmo que pudesse imaginar a expressão "tomar notas" como algo estranho, não beberia/engoliria um copo com notas dentro.
Na vida real, nem sempre temos personagens estúpidos para nos ajudar, mas a idéia ainda é a mesma:

Texto 2 (Piada sobre advogados retirada da Internet):
 Situação - dois advogados estão saindo do trabalho
- Vamos tomar alguma coisa?
- Sim, claro! De quem?

Observe que para "tomar" no sentido de "beber" poder ser percebido pelo ouvinte, precisa existir um contexto reconhecido pelo ouvinte que é: "é comum que homens, ao sair do trabalho, bebam alguma coisa antes de ir para casa". Para a segunda linha, a idéia culturalmente disseminada (principalmente pela tv) é: "advogados são ambiciosos estão acostumados a extrair bens de outras pessoas". Cada um desses contextos precisa existir para que o ouvinte construa os dois significados possíveis em sua mente e ache graça na piada. Piadas que contém este tipo de contexto e situação a ser reconhecida pelo ouvinte geralmente são consideradas mais "elaboradas" e obtém mais sucesso do que significados não tão dependentes do reconhecimento do ouvinte. Veja exemplo a seguir...

Texto 3 (“tomar” com o complemento “prumo” que pode ter o significado de “fio prumo”)
Personagem 1 – Você precisa “tomar prumo”
Rolando – Mas não cabe na minha boca!

Os verbos em suas conjugações não aparecem em dicionários, mas se você sabe conjugar um verbo (se não sabe, compre uma gramática, poxa!) os verbos em suas flexões podem conter palavras que tem outro significado quando lidas como substantivos, adjetivos, etc.

Exemplo - “Mudar”
Significado: (1) alterar
Mas o verbo “mudar” no presente do indicativo é "mudo". Significado: (2) “alguém que não fala”.

Texto 1 (mesclando com a técnica “regra de 3”):
Situação - programa de auditório, apresentador pergunta aos convidados sobre certa decisão tomada anteriormente:
apresentador - alguém quer mudar?
convidado 1 - eu mudo!
convidado 2 - eu mudo!
convidado 3 - eu falo! (ou "eu surdo", ou outra frase que tenha ligação com "mudo" no sentido de "alguém que não fala")

Texto 2 (mesclando com técnica da mordacidade):
Situação - Reunião com Rolando
Diretor - ...Temos de mudar!Rolando – Uma vez eu mudei... Fiquei mudo por uma semana!
Diretor - Puxa, que pena... Que voltou ao normal!
Edite - "Mudar" não quer dizer "emudecer", Rolando! Quer dizer "alterar"!
Rolando - Nossa! Pensei que "alterar" fosse... levantar pesos! Então, não existem "surdos-mudos"? Devo chamar de "surdos-alterados"?

Exemplo - “Bater”
Significados: (1) agredir (alguém) mas, com o complemento “à porta” tem o significado de (2) “dar pancadas em” (com a intenção de anunciar sua chegada).
É famoso o texto de Aparício Torelli (Barão de Itararé) colocado à porta, por ocasião das inúmeras invasões da polícia à redação de seu jornal na era “Getúlio Vargas”:

Texto (adaptado):
“Se for da polícia, por favor entre sem bater” [Barão de Itararé]

Com outros complementos, bater passa ter muitos significados e inúmeras piadas podem ser criadas. “Bater uma foto”, “Bater o medo”, “Batida” (“de carro”, “da polícia”, “de frutas”), etc.

Meus textos para teatro e stand-up estão em:
www.euquefiz.com
Postar um comentário